E por você eu enfrentaria tudo novamente. As noites em claro, as brigas, as caras emburradas e até os telefonemas deligados na cara. Por você eu reviveria cada cena. Porque eu sei que o importante é o que acontece quando as cortinas se fecham, é na coxia que acontece a verdadeira magia. E é nos teus braços, no final de cada dia, que eu era mais feliz.
— Querido John (via querido—john)

Eu achava que era você… na rua, no supermercado, na fila do cinema… Virei uma caçadora de você em todas as pessoas. Eu queria te ver apenas.
— Tati Bernardi  (via intimidadedegarota)

E logo eu,
cheio de nada,
quis dar tudo
pra você.
Poeticências (via obtida)